terça-feira, 19 de abril de 2011

Vítimas do bullying

Trecho da carta do assassino Wellington

Por Edson Joel

Wellington Menezes Oliveira, o imbecil que atirou e matou crianças na escola de Realengo, no Rio, deixou a carta que os jornais tem divulgado. E todos os dias novos trechos são publicados. O subprefeito da Zona Oeste de São Paulo, Edmar Peixoto, afirma que Wellington era portador do vírus HIV. Pelo menos, no trecho que publicamos, essa informação não existe. O que se sabe é que o assassino pertencia a um grupo comum nas escolas brasileiras: as vítimas de bullying - agressões verbais ou físicas praticadas por alunos "valentões" contra um ou mais colegas. Bullying vem do inglês "bully" que significa valentão, brigão. 

As vítimas de bullying sofrem traumas que acabam influenciando nos traços da personalidade e, em alguns casos, chegam ao suicídio. Parece ser bem o caso de Wellington, somado com demência. 

Humilhação, ameaça, tirania, opressão e intimidação podem não ter sido o gatilho para a explosão do criminoso, mas, certamente, estas foram as sementes que germinaram na mente já doentia de Wellington.

O pior é que se as escolas brasileiras estão longe de compreenderem o bullying como uma das violências que mais cresce no mundo, imagina quando começarão a agir contra isso.

PS: Uma escola particular de São Paulo foi condenada pela justiça a pagar indenização para uma adolescente vítima de bullying.