sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Corruptos, de férias, não foram ao jantar da vaquinha

Marília Gabriela Ferreira, em frente ao restaurante que reuniu
apenas 50 pessoas de 1000 convidados.

A advogada Marília Gabriela Ferreira foi ao restaurante onde os petistas organizaram uma jantar de solidariedade aos condenados do partido e protestou com um cartazete que dizia "Querem ajudar seus amigos? Dividam com eles parte da pena restritiva de liberdade!". Os organizadores esperavam 300 pessoas mas só compareceram 50. Nem os beneficiados da vaquinha - Dirceu, Genoíno, João Paulo e Delúbio, todos condenados como corrutos pelo STF - estavam presentes. Um dos petistas de baixo escalão comentou que "eles estão de férias". Marilia Gabriela comentou que seu protesto era como cidadã.