sábado, 12 de janeiro de 2013

Hollande se encontrava com terrorista curda: Turquia exige explicações

Francois Hollande: encontros com terrorista curda irrita Turquia

Presidente francês em novo imbróglio

Dentro e fora da França, o presidente Hollande se enrola sozinho em conflitos criados por sua gestão socialista sem definição. Eleito para solucionar os problemas econômicos e sociais da frança sem retirar benefícios concedidos e sem aumentar impostos, Hollande não tem de onde tirar tanto dinheiro para salvar o país da bancarrota. Nem super taxando os milionários.

Agora o presidente francês, mais poeta sonhador do que gerente, se meteu em uma enrascada. O primeiro ministro turco Erdogan exige que Hollande explique porque vinha se encontrando regularmente com Sakine Cansiz, membro de um grupo classificado como organização terrorista pela União Européia e procuradas pela Interpol. Sakine foi executada no centro de Paris, por grupos curdos rivais que lutam pela independência da Turquia. 

"O presidente francês deve esclarecer por que se encontrou com membros dessa organização, o que foi discutido, com qual finalidade se encontrava com terroristas" exigiu Erdogan que vai entrar com ações judiciais contra o presidente Hollande.