sexta-feira, 29 de março de 2013

Inflação já é projetada para 5,7% em 2013


IPI de veículos não deve subir em abril

O ministério da Fazenda pensa em manter a redução do IPI para carros mas a decisão será tomada na segunda feira. O objetivo do governo é tentar controlar a inflação - que já admitiu estar resistente - mantendo a produção industrial aquecida. Ao manter a taxa de juros em patamares baixos o governo acredita que incentiva o consumo e automaticamente a produção, reduzindo a pressão inflacionária. O mercado não acredita que a prorrogação da medida surta efeito. O setor, na verdade, pede que seja reduzida a carga tributária incidente sobre o automóvel no Brasil.


A preocupação do Banco Central é única: a inflação prevista para 2013 em 4,5% já é projetada para 5,7%, bem longe do alvo principal. Certamente os remédios indicados pelo governo para brecar o aumento de preços não surtiram efeitos. Breve Dilma terá que engolir que as taxas de juros deverão subir para conter a inflação. Ou ela perde a eleição.