quinta-feira, 23 de maio de 2013

Inflação: preço das passagens de ônibus, metrô e trens sobem em SP


A inflação disparada e sem controle já provocou o aumento de passagens de ônibus,  trens e metrô e o valor não é mais alto porque o governo federal está subsidiando parte com a eliminação de impostos que incidem no transporte coletivo. Como os combustíveis, os valores das novas tarifas são "falsos". De qualquer maneira a população está bancando esse subsidio.

Os novos preços só não foram anunciados antes a pedido da equipe econômica para evitar uma disparada da inflação. As alíquotas de Pis e Cofins foram zeradas e a medida passa a valer a partir de 1 de junho e os novos preços a partir do dia seguinte.

Os erros constantes na condução da política econômica promovem inflação alta e baixo crescimento do produto interno bruto. A fuga de investimentos externos preocupa.
Mesmo diante desse quadro catastrófico, Dilma Rousseff prefere teimar e manter o fraco ministro Mantega na condução da economia. Mantega virou piada no mundo dos negócios.