quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

De onde vem as doações para os condenados?

Marcos Valério também receberá apoio dos petistas?

Marcos Valério terá a mesma solidariedade da militância do PT?

Por Edson Joel

Alguém realmente acredita que o dinheiro doado para os condenados por corrupção do PT, vem do povo? Será mesmo o cidadão comum o doador de tantos milhões para uma classe tão criticada e envolvida com denúncias de desvios de verbas públicas, os políticos? Como se explica que em tão pouco tempo - geralmente dentro do prazo dado pela justiça para o pagamento - surgem milhões e caem na conta dos réus?

Além da cadeia, os réus tem dívidas pra pagar conforme determinou a justiça e, sem dinheiro, - alegam eles não terem posses - buscam por doações de partidários e simpatizantes da causa. Começou com Genoíno. Nem a Igreja Universal, Criança Esperança ou Teleton fatura tanto em tão pouco tempo. Depois do guerrilheiro dedo duro José Genoíno, Delúbio Soares, condenado a 8 anos e 11 meses de prisão, abriu a campanha já recebeu mais de R$ 1 milhão para pagar uma multa de R$ 466 mil. Em apenas um dia o site do ex-tesoureiro do PT recebeu R$ 600 mil. Além deles José Dirceu, o outro corrupto do PT, tem uma multa de R$ 960 mil. João Paulo terá que acertar R$ 370 mil.

A pergunta que não cala é de onde vem essas doações? O partido está abastecendo a militância e ela os cofres dos condenados? Segundo os organizadores da campanha, as doações vem de sindicatos, ministros, parlamentares e de pelo menos 140 advogados. Nunca se viu tanto advogado doando grana para condenados. E a segunda pergunta é se Marcos Valério, o operador da quadrilha comandada por José Dirceu, também receberá dos petistas a mesma solidariedade. A militância do partido também doará dinheiro para pagar os R$ 3.062 milhões da multa de Valério ou a simpatia só vale para os membros do PT?

O STF, diante de uma montanha de provas, condenou Marcos Valério a 40 anos e 4 meses por cinco crimes praticados. Ele foi o pivô de todas as armações montadas pelo chefe da quadrilha, José Dirceu e elo que ligou todos os núcleos dos corruptores e corrompidos.

Recorde-se que dos 11 ministros que condenaram os mensaleiros, 8 foram indicados pelo próprio governo petista. Inclusive o presidente do STF, Joaquim Barbosa.