sábado, 18 de outubro de 2014

Dilma é mentirosa, afirma PF


Policiais Federais queimam bandeira do PT e afirmam que é mentira
o que a presidente Dilma Rousseff diz.
Em seus discursos - ela repetiu isso no debate na televisão - Dilma Rousseff afirma que manda a Polícia Federal investigar, doa a quem doer, poque o seu compromisso é combater  incansavelmente a corrupção no país. A Polícia Federal diz que é mentira e que agentes são punidos porque investigaram corruptos ligados ao seu governo. Os próprios policiais dizem que este governo mente e quer se perpetuar no poder. "É um grupo de muitos bandidos" - dizem eles, sem medo. "Não acreditem no que o governo diz" - afirmam.

No caso do Mensalão,  Lula, de início disse ter sido traído. Depois que era caixa dois. Após passou a negar que o mensalão tenha existido. Mas a justiça condenou os principais líderes do partido, recolhidos na Penitenciária da Papuda. O dinheiro roubado dos cofres públicos em forma de empréstimos em bancos coniventes era para pagar senadores e deputados de partidos do governo e aliados à ele. Centenas de provas condenaram Marcos Valério, o executor dos crimes, para mais de 40 anos. Para que Valério entregaria dinheiro para aliados de Lula no congresso nacional? Para beneficiar quem? O governo, na época, Lula. Mentiroso e blindado por Dirceus, Genoinos, Joãos e Delubios, o chefe da gang parece - ele pensa que sim - ter escapado da Papuda. A PF foi atropelada pelo próprio governo federal para não investigar ou desaparecer com provas já levantadas.

Nesta época Lula colocou na Petrobras um ladrão oficializado para arrombar os cofres da petrolífera brasileira: Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras conta tudo na sua delação premiada. O beneficiário era Lula, era o PT, PMDB e PP. Dilma prosseguiu com os malfeitos: estuprou a compra de Pasadena com prejuízo gigantesco (por uma refinaria que custava 45 milhões de dólares, Dilma pagou U$ 1,2 bilhão. E, descoberta a fraude, disse que não sabia de nada, embora fosse, na época, presidente do Conselho de Administração e, após, presidente da república.

Paulo Roberto Costa não queria levar nas costas uma condenação como a de Valério e abriu o bico junto com seu amigo doleiro. E está contando tudo, Lula e Dilma sabiam de tudo. A vergonhosa escalada de corrupção vem acompanhada de amaças à Polícia Federal e mentiras ao povo.

Neste vídeo Dilma mente e a Polícia Federal desmente; peixe grande na prisão só com autorização. Basta, a paciência esgotou!