segunda-feira, 11 de abril de 2016

- O que você precisa pra ficar com a gente?


Por Edson Joel

Lula não é ministro mas atua como tal a partir de um quarto de hotel de luxo, em Brasília. Sua nomeação foi suspensa porque a justiça considera desvio de função, uma forma de obstruir as investigações. Isto é, foi guindado a ministro apenas para obter foro privilegiado e escapar de iminente prisão nas investigações que apuram recebimento de propina de empreiteiros já condenados por corrupção. 

Esses réus confessos assumiram a culpa e apontaram Lula como mentor do projeto criminoso que assaltou os cofres da Petrobras. Ainda existem áreas sendo investigadas pela Polícia Federal que podem surpreender. Até o assassinato violento do prefeito petista Celso Daniel conduzem ao PT e Lula. Segundo José Carlos Bumlai, Lula sabia que o dinheiro era para calar Ronan Maria Pinto, empresário da área de transportes e de um jornal em Santo André que sabe muito sobre o crime.

O que Lula despacha do quarto 4050 do hotel luxuoso Royal Tulip?

O ex-presidente articula, com oferecimento de cargos e dinheiro, "apoio" a Dilma Rousseff, comprando votos dos deputados para manter o PT no poder. O impeachment de Dilma será votado no domingo.

- O que você precisa pra ficar com a gente? pergunta Lula aos presidentes e líderes de partidos, deputados, senadores e ministros.

O deputado que ausentar-se no dia da votação do impeachment receberá R$ 400.000,00. Voto contra o impeachment vale R$ 2.000.000,00. Dependendo do partido, como o PP, pode render seis ministérios que giram mais de 40 bilhões de reais. Essa é a conversa que se ouve nos corredores do congresso nacional.

Essas nomeações e promessas de ministérios podem ser entendidas, juridicamente, como desvio de função, tal e qual a nomeação de Lula para a Casa Civil. O objetivo é fraudar os resultados de uma votação, corrompendo.

É assim que a nação é conduzida.
Qualquer resultado que sair da votação de domingo condenará Lula que vive sua
agonia moral. O site O Antagonista, de Diogo Mainardi, publicou que "dois interlocutores ouviram de dois ministros do STF, que Lula será preso."