terça-feira, 6 de março de 2012

A despedida de Mário Bulgareli


Carta à população deixada por Mário Bulgareli pouco antes de renunciar a Prefeitura de Marília
“Nestes 7 anos e três meses frente à chefia do Executivo municipal, sempre procurei desempenhar o melhor trabalho possível em prol da população mariliense, com apoio de meus secretários, assessores e demais servidores públicos municipais.
Com esse trabalho em equipe, elevamos Marília ao grau de uma das melhores cidades para se viver do país: primeira em segurança (cidades acima de 100 mil habitantes); primeira em educação; sétima em qualidade de vida (Índice Firjan); e mais recentemente a sétima do país na área da saúde, conforme levantamento realizado pelo Ministério da Saúde.
Todavia, após todos esses anos em que procurei me dedicar ao máximo e, em virtude de recomendação médica e após consultar minha família, é chegado o momento de me afastar do Executivo mariliense, para tratar de minha saúde. Sei que não é uma decisão fácil de ser tomada, principalmente pelo bom momento em que Marília atravessa.
Tenho certeza que o vice-prefeito, José Ticiano Tóffoli, ao assumir o restante do mandato, dará continuidade a esse trabalho, realizando as obras e serviços em prol de nossa comunidade. Um exemplo é o seu prestígio junto ao governo federal ao obter recursos, a fundo perdido, para a conclusão das obras de afastamento e tratamento do esgoto.
Gostaria de agradecer a confiança depositada pela população mariliense que me reelegeu em 2005 e ao mesmo tempo reafirmar meu profundo amor por Marília, cidade que me adotou quando aqui cheguei, em 1978 e onde nasceram meus filhos e desempenhei minha vida familiar e profissional.
Deixo a Administração Municipal com a certeza de dever cumprido. Tenho muito orgulho de fazer parte da história de Marília e ter o reconhecimento de nossa população.
Não posso deixar também de agradecer a todos os funcionários do município, população, imprensa, amigos e autoridades pelo respeito que sempre me trataram.
Marília, 05 de março de 2012

Prof. Mário Bulgareli”