quarta-feira, 5 de outubro de 2016

O tamanho do pênis é documento?

Por Edson Joel

Pra quem não sabe, o tamanho médio do pênis do homem, considerado "normal", é de 13,12 cm em ereção e 11,66 cm de circunferência. Em estado flácido a média cai para 9,16 cm e flácido esticado, 13,24 cm. Pelo menos essa foi a conclusão científica relatada por estudiosos ingleses que pesquisaram 15.500 homens (em 17 estudos diferentes) e publicada na revista especializada em urologia "BJU International". 

O estudo, denominado "Eu sou normal?", foi conduzido pelo psiquiatra Dr. David Veale, do King's College London, e serve para aconselhar homens que tem dúvidas sobre o tamanho do seu órgão. Não há registro de alguma pesquisa científica sobre o tamanho dos órgãos masculinos dos brasileiros. Um tamanho acima de 16 cm pode causar desconforto e até dor na penetração considerando que a vagina, em estado de relaxamento, tem de 7cm a 10cm de profundidade podendo chegar a 16 cm quando excitada.
Os homens que participaram da pesquisa são, na sua maioria, caucasianos e do oriente médio, mas o estudo abrangeu todas as etnias. Não há evidências ligadas à etnias sobre variação do tamanho dos pênis como, igualmente, não se observaram evidências que ligassem o tamanho dos pés e das mãos e dos pênis.

Entre os primatas, o homem tem o maior pênis. O gorila, que pode chegar a dois metros de altura e um peso fenomenal, tem pênis de 3 a 4 centímetros de comprimento. O maior pênis no mundo animal é o da baleia que pode atingir 3 metros de comprimento e 30 cm de diâmetro. Os elefantes tem, em média,  pênis com um metro de comprimento e 20 cm de diâmetro. Os jumentos, em torno de meio metro.

Tamanho é documento?

Outro estudo, desta vez realizado na Universidade Nacional da Austrália, indica que homens com pênis maiores podem ser mais atrativos para as mulheres. Intitulado Penis size interacts with body shape and height to influence male attractiveness, a pesquisa colheu dados de amostragem entre 105 mulheres que avaliaram cerca de 340 imagens de corpos masculinos. Elas consideraram importantes num homem atrativo, primeiro, a proporção ombro e cintura (maioria) e depois, empatados, altura e tamanho do pênis (em estado flácido).

Outros estudos indicam que um pênis menor tem mais facilidade de ereção que um pênis muito grande. Os chamados pênis mais curtos podem aumentar em 86% quando em estado de ereção, do seu tamanho em estado flácido. Os pênis mais longos, menos de 45%.

Qualidades de um pênis

Durante um estudo da Universidade de Zurique, na Suíça, 105 mulheres, de 16 a 45 anos de idade, foram instadas a classificar, por ordem de importância, sobre alguns atributos da genitália masculina. Elas deveriam olhar fotos e analisar aspectos como o comprimento do pênis, a circunferência, a posição e forma do meato (abertura), a forma da glande (cabeça), a aparência do escroto, a aparência da pele, dos pelos pubianos e estética geral.

Os resultados, publicados no Journal of Sexual Medicine, mostraram que elas não se importaram com a posição ou com a forma do meato ou com o comprimento do pênis, a terceira qualidade menos importante.

As mulheres classificaram como mais importante a aparência estética geral, mais atrativo. Depois, em segundo, os pelos púbicos. Em terceiro, a circunferência, seguido da pele e a forma da glande.

PS: Homens brasileiros consultados sobre os resultados acima fizeram questão de ressalvar que este estudo é inglês, que os tamanhos são médios e que não existem referências sobre a população masculina abaixo do equador. E que milímetros são importantíssimos, como nunca, numa medição desta natureza.