quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Comandante Rolim: uma entrevista no ar


Por Edson Joel

De certa forma eu já era figurinha conhecida entre os passageiros da TAM, particularmente no voo Marília-São Paulo-Campo Grande. Nas datas festivas ganhava todos os brindes possíveis e imagináveis, sorteados na ida... e na volta. Sendo de Marília, conhecia bem a história da TAM.

Naquela época a empresa aérea patrocinava o São Paulo Futebol Clube. Como corinthiano não perdi a piada quando me encontrei com o Comandante Rolim, no portão de embarque de Congonhas, como ele costumava fazer para recepcionar seus clientes no tapete vermelho.

- Parabéns, Comandante! Feliz em poder te encontrar aqui e saber que essa história que você acorda cedo para receber seus passageiros é verdadeira - disse ao dono da TAM que significava Transportes Aéreos Marília, cidade onde ele começou seus negócios.

Rolim perguntou meu nome e de onde era. Quando soube que vinha da sua antiga base perguntou curioso sobre a cidade, falou de seus amigos e me desejou uma boa viagem.

Porém, antes de entrar pelo portão fiz uma pergunta que o deixou curioso e surpreso:
- O ar condicionado das suas aeronaves foram trocados por novos?

- Não! Por que? - respondeu indagativo.
- Eles estão bem mais frescos - afirmei com um sorriso provocativo e olhando para o avião que ostentava um gigantesco símbolo do SPFC.

O Comandante Rolim olhou para a aeronave... e, três segundos depois, gargalhou com a brincadeira.
- Que maldade! - exclamou, rindo.

ENTREVISTA NO AR

Em 1979 a TAM abriu uma linha regional em Lins e o voo inaugural foi comandado pelo próprio Rolim. Para comemorar o evento, como rádio repórter, fiz uma surpresa aos ouvintes: transmiti, ao vivo, uma entrevista com o dono da TAM enquanto ele pilotava a aeronave Bandeirante, sobre a cidade.

- Confesso que estou emocionado porque é a primeira vez que sou entrevistado, ao vivo, enquanto piloto minha própria aeronave.

O comandante falou de seus projetos regionais e o sonho de inaugurar os voos internacionais, o que só ocorreram por volta de 1995.

A Táxi Aéreo Marília nasceu em 1961 criada por um grupo de dez jovens pilotos. Em 64 Rolim tornou-se um dos funcionários. Em 1966 Rolim deixou a TAM mas, dez anos depois, foi convidado a voltar para a empresa então comandada por Orlando Ometto, como sócio minoritário. Em 1970 foi criada a Transportes Aéreos Regionais e, cinco anos depois, Rolim se tornou único dono.

Em 80 inaugurou os serviços com o Fokker F-27 e, em 89, com os jatos F-100. Em 95 iniciou os voos internacionais com os Airbus 330-220.

Rolim Adolfo Amaro nasceu no dia 15 de setembro de 1942, em Pereira Barreto (SP) e morreu no dia 8 de julho de 2001, aos 59 anos, em acidente com helicóptero.