sábado, 9 de agosto de 2014

Planalto invade site para intimidar jornalistas


Palácio do Planalto frauda perfís de Míriam Leitão e Alberto Sardenberg no Wikipédia 


Os perfis dos jornalistas Miriam Leitão e Alberto Sardenberg, no Wikipedia, foram alterados através de computadores do governo federal interligados a rede do Serviço Federal de Processamentos de Dados. Nos dois casos as alterações visavam intimidar os jornalistas e ridicularizar suas atividades profissionais incluindo frases que classificam suas análises como desastrosas.

Esta é a segunda fraude cometida contra eles. A identificação dos IPs apontou para a Casa Civil, Instituto de Tecnologia, Ministério da Justiça e Secretaria Geral da Presidência. Miriam se confessou indignada em ver que o crime está sendo cometido dentro do Palácio do Planalto. A presidente Dilma Rousseff disse que é inadmissível e vai pedir " investigações internas". Numa demonstração de que é mentalmente perturbada, a presidente chegou a dizer que "quem quiser fazer individualmente que faça, mas não coloque o governo no meio”.

Em maio deste ano o site do Wikipédia foi invadido "por desconhecidos" - agora identificados como funcionários do próprio governo - que escreverem críticas e afirmações desqualificadoras de Miriam e Sardenberg.

No meio jornalístico ninguém se surpreende com os fatos por considerar que, de onde vem ataques, intimidações e ameaças são esperadas em nível baixo.