quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Genoino foge da raia


Genoino foge da cassação, renunciando


Não há dúvidas de que a renúncia de José Genoino foi uma maneira de evitar o constrangimento de ser cassado pela Câmara dos Deputados, fato que ocorreria se permanecesse deputado. A cúpula do PT sabia que os membros da oposição e da base aliada ao governo votariam contra Genoino. Para Roberto Freire, do PPS, um dos principais críticos do PT, Genoino evitou novo vexame público.

Genoino na verdade não conseguiu eleger-se deputado, ficando na suplência. Ele tenta se aposentar por invalidez alegando problemas de saúde, fato já descartado por duas juntas médicas invocadas pelo STF e pela própria Câmara dos Deputados. 

O ex-guerrilheiro que tentou se passar por herói se entregou aos mesmos descaminhos de políticos fisiologistas por ele mesmo condenados: fugir da raia para garantir uma gorda aposentadoria, usando atalhos obscuros.

José Genoino foi condenado a 6 anos w 11 meses de prisão no regime semi-aberto no processo do mensalão e fica para a história como um corrupto. Nada além disso.


Fugindo da raia: em sua carta renúncia fala em condenação política
e show da mídia. Acusa mas não explica os milhões surrupiados dos
cofres públicos que levaram mais de duas dezenas para a cadeia.