quarta-feira, 24 de junho de 2015

Justiça italiana adia para setembro a extradição de Pizzolato

Henrique Pizzolato: justiça italiana voltará a discutir sua extradição
em 22 de setembro.

A Justiça Italiana adiou a decisão da extradição de Henrique Pizzolato para o Brasil para setembro quando nova audiência será realizada. O ex- diretor de marketing do Banco do Brasil foi condenado no processo do mensalão a 12 anos e 7 meses pelos crimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. Pizzolato fugiu para a Itália utilizando documentos do seu irmão morto em 1978 e acabou preso em Maranello em fevereiro de 2014. Depois de seguir todos os passos possíveis de recursos, o juiz italiano poderá conceder a extradição em setembro. Ontem acreditava-se que a decisão já estava tomada mas não publicada. Pizzolato, se extraditado, deverá cumprir a pena provavelmente na Penitenciária da Papuda. Seus advogados argumentavam que as prisões brasileiras não tem capacidade e segurança para garantir vida aos seus presos.