sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Porque Dilma é tão desorientada? Doença? Drogas? Medicamentos?

A desorientação de Dilma é causada por doença, medicamento,
drogas?
Por Edson Joel

Durante a VII Cúpula Brasil-Europa, realizado em Bruxelas, Dilma Rousseff discursou e, mais uma vez provou que tem sérios problemas de desorientação. Além de constrangedor para ela, a imagem do país acaba esculhambada lá fora.


O encontro deveria motivar o estreitamento comercial do Brasil com o bloco europeu e fomentar o livre-comércio que poderia render um aumento expressivo nas exportações brasileiras. A platéia formada por empresários europeus de todas as áreas esperava propostas mas o que ouviu de Dilma foi um amontado de bobagens.

Enquanto o Mercosul patina na busca de parceiros comerciais, a Aliança do Pacífico - Chile, Colômbia, Peru e México - em apenas dois anos, fechou acordos que renderam mais vendas que os 23 anos do Mercosul formado por Brasil, Uruguai. Argentina, Venezuela e Paraguai. E quando existem oportunidades, acontece isso.

Dilma disse, entre outras coisas, as frases abaixo colecionadas pela revista Veja sob o título de "Cinco frases sem sentido do discurso de Dilma".

"A Zona Franca de Manaus, ela está numa região. Ela é o centro dela porque ela é a capital da Amazônia."

"Ela (Zona Franca) evita o desmatamento, que é altamente lucrativo — derrubar árvores plantadas pela natureza é altamente lucrativo."

"Os homens não são virtuosos, ou seja, nós não podemos exigir da humanidade a virtude, porque ela não é virtuosa, mas alguns homens e mulheres são, e por isso é que as instituições têm que ser virtuosas."

"Queria destacar a importância da ligação entre o Brasil e a Europa por cabos de fibra óptica submarinos. A ligação com a Europa significa uma diversificação das conexões que o Brasil tem com o resto do mundo."

"Nós consideramos como estratégica essa relação, até por isso fizemos essa parceria estratégica."


As constantes falas sem sentido da presidente Dilma Rousseff, podem denunciar um quadro grave de desorientação (a pessoa perde o sentido do tempo, espaço e controle sobre o corpo) que provoca distúrbios de memória, equilíbrio, linguagem e desorganização das idéias.

Calmantes, pílulas para dormir e analgésicos são causas freqüentes de desorientação, principalmente morfina e codeína. Outra causa mais comum é a reação ao álcool e as drogas, particularmente cocaína. A hipoglicemia, Mal de Alzheimer, problemas cardíacos, enfisema e cirrose, tumores e hematomas no cérebro também causam esses distúrbios.

Ou ,simplesmente, demência mental.