quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Ctrl+Alt+Del foi um erro


"Poderíamos ter usado apenas um botão, mas o desenvolvedor do teclado da IBM não queria nos fornecer uma tecla", disse Gates. A afirmação é de ninguém menos do que Bill Gates, fundador da gigante Microsoft. Falando durante campanha para levantar fundos na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, o executivo disse que a combinação de teclas que se notabilizou como recurso para reiniciar os computadores pessoais foi adotada por imposição da IBM — que fabricava as máquinas em que rodavam os programas da Microsoft nos primeiros anos do PC.
"Ctrl+Alt+Del foi um erro". A afirmação é de ninguém menos do que Bill Gates, fundador da gigante Microsoft. Falando durante campanha para levantar fundos na Universidade Harvard, nos Estados Unidos, o executivo disse que a combinação de teclas que se notabilizou como recurso para reiniciar os computadores pessoais foi adotada por imposição da IBM — que fabricava as máquinas em que rodavam os programas da Microsoft nos primeiros anos do PC. 
David Bradley, um engenheiro que trabalhou no projeto do PC IBM, foi o responsável pela combinação. "Posso até ter criado o comando, mas foi Bill quem o tornou famoso", disse Bradley. O Ctrl+Alt+Del ainda é ativo no Windows 8 e dá acesso ao gerenciador de tarefas. 

Revista Veja