quarta-feira, 4 de setembro de 2013

PT quer confronto com manifestantes no dia 7 de setembro

Manifestações populares espontâneas: PT quer confronto com o povo

Presidente do PT prega confronto nas ruas

O resultado que pode advir da proposta do presidente nacional do PT, Valter Pomar, é perigoso. Em vídeo, o dirigente do Partido dos Trabalhadores convoca a militância do PT para sair as ruas contra as manifestações do grupo Anonymous programadas para o dia 7 de Setembro, em todo país quando pedirão a prisão dos réus do mensalão, cujos principais envolvidos e condenados pertencem ao partido de Pomar. 

Em vídeo, Pomar provoca os manifestantes chamando-os de "grupo de torturadores aposentados" e orienta os militantes darem uma resposta "muito forte e clara". Durante as manifestações populares ocorridas em todo país membros do PT tentaram se infiltrar para passar a imagem de que eles faziam parte do movimento quando, na verdade, as os protestos ocorriam exatamente contra eles.

O PT tentara se infiltrar no meio do movimento do Grito dos Excluídos, organizado por pastorais da Igreja Católica. 

Essa ameaça vinda do PT pode causar sérios danos durante as manifestações de 7 de setembro. Os grupos que organizam os protestos populares deixam entender que não tem medo do PT e "vão pra cima". Valter Pomar será responsabilizado pela proposta de confronto.