quinta-feira, 5 de setembro de 2013

O corrupto José Genoíno pede aposentadoria

José Genoíno à direita. Ao lado, mais dois corruptos condenados

Condenado pelo STF por corrupção ativa e formação de quadrilha a 6 anos e 11 meses, o ex-presidente do PT, José Genoino, vive momentos de tortura e drama pessoal. Além da pecha de ladrão, Genoino está prestes a ser levado para a cadeia após a finalização do processo do mensalão, o maior escândalo de corrupção em todos os tempos no país protagonizado pelos líderes do Partido dos Trabalhadores.

O dinheiro era roubado dos cofres públicos para corromper deputados e senadores para votarem projetos de interesse do verdadeiro líder da quadrilha, Luis Inácio da Silva, então presidente.

Lula escapou, por enquanto, dos processos e condenações, mas os puxa-sacos, como ele, levaram cadeia.

As vésperas de ser encarcerado junto com seus companheiros - Zé Dirceu certamente fugirá para Cuba - e ter seu mandato cassado, Genoino rapidamente entrou na câmara dos deputados com pedido de aposentadoria, por invalidez. O corrupto sofreu rompimento da parede interna da aorta e teve isquemia cerebral em julho deste ano e ficou quase um mês internado no Hospital Sírio Libanês. Se for aceita - ele, que roubou milhões - receberá aposentadoria total de cerca de R$ 26 mil mensais.

No Brasil o crime compensa: essa será a lição de moral deixada pelo ladrão corrupto, quadrilheiro e deputado aposentado José Genoino? Mas ainda ele terá tempo para colher seus frutos: a amargura da prisão por corrupção e o coração ressentido pelos erros que cometeu.
PS: Genoino não tinha conseguido eleger-se deputado federal e só voltou à porque era suplente de Carlinhos Almeida, que deixou o cargo para assumir a prefeitura e São José dos Campos.