quarta-feira, 11 de setembro de 2013

PT atira contra manifestantes do MST

Ari Pereira de Oliveira, subsecretário de Segurança Pública
da Bahia atira contra manifestantes do MST: o PT faz o que
sempre condenou.

O governo do PT usa arma de fogo contra sem-terras

O PT sempre incentivou o movimento dos sem-terra quando os governantes eram outros. Agora, no poder, o entendimento é na bala. Ari Pereira de Oliveira, sub-secretário de Segurança Pública do Governador Jaques Wagner, do PT da Bahia, usou um revolver para atirar contra membros do MST que tentavam invadir um prédio público. O incidente ocorreu na manhã de ontem, em Salvador. O disparo atingiu vidraças e não feriu ninguém. 

Os manifestantes exigiam agilidade nas investigações sobre o assassinato de um dirigente do MST em abril deste ano. Ari Pereira confirmou o disparo mas, defendendo-se, alegou que os sem-terra já tinham invadido o prédio. Membros do movimento desmentem alegando que estavam no saguão de acesso ao público e que o sub-secretário os recebeu de armas em punho. Nesta semana os sem-terra invadiram a sede do Incra exigindo a reforma agrária prometida mas não cumprida.