quinta-feira, 13 de junho de 2013

Tom Zé é xingado por "fans" porque gravou comercial para a Coca-Cola

Tom Zé narrou para um comercial de televisão da Coca-Cola
e foi perseguido pela ideologia ultrapassada da esquerda burra.

Antonio José Santana Martins ou simplesmente Tom Zé, continua cantor, compositor e arranjador. Mas se vira como jardineiro porque sua situação financeira é ruim. Aos 76 anos, de vez em quando, faz shows. 

Recentemente foi convidado pela Coca-Cola para narrar um comercial de televisão da Copa do Mundo. Faturou R$ 80 mil com sua locução. Esse dinheiro resolveria e muito, mas, adivinhem o que aconteceu?

Xingado na internet de "vendido, bundão, mané, corrompido”, Tom Zé resolveu devolver o dinheiro, ou melhor, doar para uma instituição em sua cidade natal, Irará, na Bahia.

A patrulha de fans vomitou no Zé o discurso mofado de sempre - da esquerda burra da década de 50 - porque o ídolo "trabalhou" para a arqui-inimiga Coca-Cola, símbolo da "opressão imperialista americana". Imaginem se souberem que Tom também bebe o refrigerante, escondido, na calada da noite. He,he,he! Zé seria asfixiado pela pobreza de espírito e pela ideologia ultrapassada e imbecil da esquerda brasileira.

Sinceramente, tem coisa mais idiota que isso?
Sim, a estupidez de Tom Zé em não saber valorizar nem seu próprio trabalho profissional. E de dar ouvidos a pseudo intelectuais .