domingo, 27 de janeiro de 2013

"Eles tentaram fugir pelo banheiro"

G1
27/01/2013 21h34 - Atualizado em 27/01/2013 22h18

Capitão diz ter tirado mais de 180 corpos de banheiro de boate no RS

233 mortos no incêndio em boate
A maioria das vítimas do incêndio que atingiu uma boate em Santa Maria, na Região Central do Rio Grande do Sul, tentou escapar pelo banheiro do estabelecimento, segundo informações da Brigada Militar. Um dos primeiros a chegar ao local da tragédia, ocorrida na madrugada deste domingo (27), o capitão Edi Paulo Garcia disse que se deparou com uma “cena terrível, triste de ver.”

“Logo que cheguei ao local era um caos, muita fumaça, muita gente, várias viaturas [...] A cena é triste de ver. São muitos jovens lá, o espaço era muito pequeno”, afirmou em entrevista transmitida pelo Domingão do Faustão. “Tirei mais de 180 pessoas dos banheiros. Eles estavam tentando fugir pelos banheiros”, acrescentou. “Foram cinco vezes que o caminhão foi utilizado para retirar esses corpos para trazer para fazer o reconhecimento. A cena é muito triste.”

Até as 21h20, o governo gaúcho havia confirmado a morte de 233 pessoas, a maioria asfixiada. No total, 230 pessoas foram identificadas. Inicialmente, o governo do estado havia divulgado 233 nomes, porém retificou a lista, pois alguns nomes estavam repetidos.