sábado, 6 de abril de 2013

TRE: corregedor discorda de relatora que absolveu Vinícius Camarinha


Duas semanas após o início do julgamento do caso Vinícius Camarinha, o desembargador Mathias Coltro, do TRE posicionou-se contrário ao voto da relatora do processo, Marli Ferreira (ela votou pela absolvição de Vinícius). Ele referiu-se, em seu voto, aos novos documentos juntados ao processo e apresentados pelo PMDB de Marília, que demonstra que os veículos de comunicação da CMN - Rádio Dirceu, Rádio Diário e Jornal Diário de Marília - pertencem a Abelardo Camarinha, pai de Vinícius, usados para beneficia-lo durante a campanha municipal. Mas o voto ainda não foi divulgado.

A votação já era de 2 votos favoráveis a Vinícius, até então. Paulo Hamilton - com quem está o processo agora - e mais 2 desembargadores tinham pedido vistas. No total são sete desembargadores. O julgamento deve ser retomado brevemente. Recorda-se que o prefeito eleito foi cassado por decisão de primeira instância por uso indevido de meios de comunicação que a oposição insiste - e tenta provar - pertencem aos Camarinha.