segunda-feira, 25 de março de 2013

Enem, miojo, hino do Palmeiras e agora letra de funk


Estudante obteve 900 pontos citando letra de funk em redação do ENEM


Durante a última semana, a divulgação de redações do ENEM que conseguiram notas maiores que 500 pontos citando o hino do Palmeiras e receita de preparação de uma marca de macarrão instatâneo geraram um misto de revolta e humor na Internet. A notícia colocou em cheque os critérios de qualidade do exame nacional, que tem assumido cada vez mais importância nos processos seletivos para a oferta de vagas nas universidades. O conhecimento dos casos pressionou o Ministério da Educação, que chegou a dar justificativas esdrúchulas sobre as notas obtidas pelos autores tais como “fuga parcial ao tema”, “estímulo ao apetite de um avaliador faminto” e “ousadia ao utilizar o espaço para ressaltar a paixão que devemos ter pelo Parmeirão”. Recentemente, porém, veio à tona mais uma redação que adotou a estratégia da encheção de linguiça com conteúdo aleatório. A carioca Rayane Dias Fonseca, de 19 anos, fez circular pelas redes sociais o seu texto no qual tratou do movimento imigratório para o Brasil no século 21. A diferença foi que a, agora, estudante do curso de Publicidade da UFRJ apelou para a letra do pancadão “Passinho do Volante” frente ao vazio criativo que experimentou durante a prova de Redação, atingindo a pontuação de impressionantes 900 pontos. “Acho que meu resultado está relacionado à iniciativa do Ministério em dar mais valor às expressões populares atuais. Que bom! Já estava boladona, achando que ia levar um p… esculacho do meu pai por ter trocado tanto os estudos pelos bailes. Ah, lelek”, escreveu Rayane.