sexta-feira, 8 de março de 2013

Medicina cubana errou no diagnóstico de Chavez


Novas informações afirmam que medicina cubana errou no diagnóstico de Hugo Chavez.
O médico venezuelano José Rafael Marquina, que mora em Miami, já tinha afirmado que não se tratava de câncer de cólon e sim rabdomiossarcoma do músculo psoas, localizado na cavidade pélvica. Segundo ele o tumor não foi tratado corretamente com quimioterapia quando a rabdomiossarcoma responde melhor a radioterapia. A mudança de tratamento pode ter provocado mutação no turmor tornando-se mais resistente. Com radioterapia o tumor poderia ter sido até mesmo extirpado mas, ao contrário, houve uma recidiva muito rápida.

Por último o comandante da guarda presidencial afirmou que Chavez morreu de infarto e teria dito que não queria morrer.