segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Celso de Mello desempata em favor da cassação: mensaleiros sem mandatos

Ministro Celso de Mello, do STF
"O monopólio da última palavra sobre a Constituição é do Supremo Tribunal Federal", palavras do Ministro Celso de Melo, ministro do STF que acaba de votar e desempatar na votação em favor do reconhecimento do STF de cassar o mandato do parlamentar que tenha sido condenado no processo do mensalão. Ele estava internado, mas retornou hoje ao processo. Antes, Celso já tinha afirmado que "sem a posse plena dos direitos políticos, ninguém pode permanecer no desempenho da função pública, nem aspirar a investidura". 

Não se espera que Marco Maia honre com suas afirmações de que a Câmara dos Deputados pode não acatar a decisão do STF. Duvido!