terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Valério abre a boca: PT paga seus advogados


Marcos Valério, operador do mensalão
comandado por José Dirceu e José Genoino, do PT (Paulo Filgueiras/D.A.Press)

Segundo Marcos Valério, condenado a mais de 40 anos pelos crimes de corrupção comandados por José Dirceu e Genoino, o PT pagou 4 milhões de reais pela sua defesa no STF. O depoimento foi prestado a Procuradoria Geral da República logo depois de anunciada a sua sentença. Mas as investigações mostram que, além dos 4 milhões dos advogados, Valério participou do desvio de mais de um milhão de reais na Câmara dos Deputados, 3 milhões em um contrato com o Banco do Brasil, além do rombo de mais de 73 milhões no Fundo Visanet, com a ajuda do então diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, este condenado a mais de 12 anos de prisão em regime fechado. O PT, evidentemente nega e o advogado Marcelo Leonardo se cala.
Marcos Valéria responde outros processos como seu envolvimento com o mensalão mineiro - inclusive Eduardo Azeredo do PSDB. Usando o linguajar mineiro, por onde passa um boi passa uma boiada. Os tucanos, evidentemente, sabem que Valério vai abrir a boca. Será a hora e a vez da tucanagem entrar na gaiola.

Valério também afirmou que foi ameaçado por Paulo Okamoto; "você se comporta ou morre"