quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Dilma chegou a conclusão que educação é 'prioridade absoluta.

Dilma descobre que educação deve ser prioridade em seu governo
Por Edson Joel

Não é maravilhoso? Demorou, mas a nossa presidente pensou, pensou, pensou e concluiu que educação e escolas em tempo integral devem ser prioridade absoluta no seu governo. Depois de anos de paralisia na área a educação, finalmente, poderá ter a atenção necessárias e prioridade de investimentos.  


O discurso da presidente, ao falar com jornalistas, é nobre, altruísta e pomposo. Ninguém, nunca, disse algo tão consistente. Observem que a afirmação é uma verdade incontestável: “O Brasil não terá crescimento sustentável se não investir em educação, e muito. Se não colocarmos dinheiro em educação, não tem saída.” 

Dilma disse mais: "A educação é o único fator que pode unir os dois mundos que existem no Brasil, o da extrema pobreza e o a da ciência, tecnologia e inovação. É a educação que une esses dois mundos. Para os adultos, o emprego tira da pobreza, mas criança só sai da pobreza com educação. Não tem ciência e tecnologia num país que não tem massa crítica.” 

Estamos abismados com tantas verdades, nunca antes ditas ou pensadas. Que maravilhoso ter uma presidente assim. 

O único problema é que ela usou a mesma ênfase e inteligência pra dizer a mesma coisa do PIB.