segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Com registro cassado, Vinícius vai recorrer ao TRE SP

Vinícius Camarinha

Vinícius Camarinha, do PSB, deve recorrer hoje ao TRE SP da decisão do Juiz Eleitoral de Marília Silas Silva Santos que acatou a denúncia do candidato a prefeito Daniel Alonso, do PSDB e Ticiano Toffoli, do PT, e cassou seu registro, além de anular as eleições municipais de 7 de outubro. Vinícius, eleito com 61.767 votos (51,78%), é acusado do uso do poder econômico durante a campanha eleitoral. Contra ele também pesam acusações de uso indevido de meios de comunicação. O ministério público pediu arquivamento das denúncias em despacho no dia 11 de outubro mas o juiz acabou acatando na última sexta feira.

Caso não consiga reverter a situação, Marília terá novas eleições municipais que deverão ser marcadas para o primeiro trimestre de 2013. Neste caso, se condenado, Vinícius ficará inelegível e seus direitos políticos suspensos por oito anos. 

Vinícius Camarinha obteve 61.767 votos (51,78%), mais de 38.456 votos a mais que o segundo colocado Ticiano Toffoli que conquistou 23.311 votos (19,54%). Daniel obteve 23.004 votos (19,28%), Tato 705 votos (6,46%), Luís Eduardo Diaz 2.668 votos (2,24%) e Cecílio Espósito, 835 votos (0,70%).